LIBERDADE E PENSAMENTO CRÍTICO

Logo tamanho pequeno

Quando emergem as devoradoras chamas dos fascismos, populismos, e outros “ismos” tão diversos […] Quando o terror do “fogo” bárbaro se espalha pelo Mundo trazendo até nós os gritos que de Varsóvia a Roma ou de Budapeste à Amazónia, nos interpelam reclamando solidariedade.

Nós, defensores da liberdade, neste cantinho da Europa, não podemos deixar de nos manifestar e agir, sob pena da nossa passividade pessoal e social, se transformar num histórico e criminoso suicídio.

A LIBERDADE… sem “pensamento crítico” pode ser apenas, “obediência inconsciente”.

De Oriente a Ocidente, de norte a sul, estalam por toda a parte as estruturas que sustentavam a LIBERDADE, julgada firme e resistente, a todas as tentativas da barbárie.

Mas… companheira(o)s, mobilizemo-nos! É crucial que não deixemos de fazer hoje, voluntariamente, aquilo que por malignas razões nos obrigarão a fazer amanhã, contra nós.

A 9 de Novembro próximo, e todos os dias até lá, e depois desse dia, afirmemo-nos presentes na tarefa imensa de trazer para o nosso lado a maioria do nosso Povo, sem desfalecimentos, ergamos a barreira que pode opor-se à vilania dos que querem DESTRUIR a LIBERDADE E AS POSSIBILIDADES DE VIDA NESTE PLANETA.

A 9 de novembro, no Liceu Camões, vamos voltar a encontrar-nos, os que estiveram no 14 de Julho do ano passado e os novos companheiros que virão este ano.

A Solidariedade e convicção plena da nossa razão estarão presentes, através da música, das artes, e das palavras, ordenadas em poesia ou em
pensamentos para melhor defender a LIBERDADE e a prática do PENSAMENTO CRÍTICO.

Comissão Organizadora

Amândio Silva
Anabela Henriques
Arnaldo Cunha da Silva
Camilo Mortágua
Carlos Serrano
Guadalupe Portelinha
Isabel do Carmo
Jacinto Rego de Almeida
Joana Urban Vitorino
João Jaime Pires
Manuel Teixeira
Mário Moutinho
Moema Silva
Teresa Gago
Vasco Graça

Cartaz_A3_2019 B(2)_page-0001Desdobravel_2019 E_page-0001