Revolução e Democracia – Boaventura de Sousa Santos

Boaventura de Sousa Santos – Jornal de Letras, 6-9 dezembro, 2017

http://alice.ces.uc.pt/en/index.php/alice-info/revolucao-e-democracia-by-boaventura-de-sousa-santos-in-jornal-de-letras-6-9-december-2017/?lang=pt

Tenho vindo a escrever que um dos desenvolvimentos políticos mais fatais dos últimos cem anos foi a separação e até contradição entre  revolução e democracia como dois paradigmas de transformação social. Tenho afirmado que esse facto é, em parte, responsável pela situação de impasse em que nos encontramos. Enquanto no início do século XX dispúnhamos de dois paradigmas de transformação social e os conflitos entre eles eram intensos, hoje, no início do século XXI, não dispomos de nenhum deles. A revolução não está na agenda política e a democracia perdeu todo o impulso reformista que tinha, estando transformada numa arma do imperialismo e tendo sido em muitos países sequestrada por antidemocratas. Continuar lendo

A mercantilização do corpo – mídia e capitalismo – Lionês Araújo dos Santos & Juan Felipe Sànchez Mederos

Este artigo ocupa-se de analisar alguns aspectos sobre a questão da mercantilização do corpo na contemporaneidade. Nota-se que a mídia e o capitalismo aparecem como as principais instâncias na promoção do consumo e, consequentemente, a mercantilização do corpo.
Percebe-se que a contemporaneidade está fortemente marcada pela massificação da publicidade e pela expansão de mercados e aumento de consumo. Atualmente, nada parece escapar aos domínios da publicidade e do mercado que se expande cada vez mais com a globalização, ocupando todos os espaços e mercantilizando tudo, inclusive corpos.

A MERCANTILIZAÇÃO DO CORPO – MÍDIA E CAPITALISMO

http://e-revista.unioeste.br/index.php/espacoplural/article/viewFile/7243/5313