Reflexões para um texto sem nome..

Explicação inútil.

É uma carência – consequência quantitativa da excessiva vontade de reter mais informação do que posso usar, considerada de forma global e infra – influente entre todos os significantes , para ponderação equilibrada de críticos resultados e opções.

Retenho o que julgo ser o essencial dos pensamentos, mas quase sempre perco as referências pessoais dos autores, talvez por pensar erradamente que pouco me importa quem pensa, que o importante é o sentido e valor do que se pensou.

Nunca sei quem disse, – isto ou aquilo – que retive, como pensamento enriquecedor da minha maneira de analisar e compreender um qualquer assunto.

Limitação que, apesar de tudo, causa algum incómodo quando se trata de valorizar alguém que julgamos merecedor de citação, ou suficientemente valoroso para nos acrescentar credibilidade.

Mas, assim é, e tem de ser dito.

WhatsApp Image 2019-10-01 at 13.30.21

A LIBERDADE

Reconhecidos pensadores têm defendido que a LIBERDADE é uma reunião permanente sem fim., ou uma sucessão de reuniões sem fim!

Parece-me uma afirmação interessante. E porquê ? Porque intuitivamente, vejo nela uma certa força provocatória, merecedora da aplicação do “ pensamento crítico” ao seu global significado.

Por experiência própria, vivo em reunião permanente com o meu “caco – Comité de auto Análise Comportamental” sobre a Liberdade e as melhores maneiras de a defender…dai, pensar que a afirmação tem razão de ser.

Admito que aja quem se interrogue, – então se estão sempre em reunião, não trabalham! e se não trabalham, como é que podem SER LIVRES e defender a Liberdade,?- e, pensando, mais uma vez, a resposta surge através do Pensamento Crítico.

Sim… porque, uma reunião, se for apenas uma troca de palavras entre pessoas fisicamente presentes, reagindo ao que no momento se diz, pode sensorialmente ser muito interessante e até divertida, (ainda bem) mas talvez peque por falta da objectividade que só a reflexão e a análise critica permitem, ao compor o pensamento útil, para o consenso pretendido, Uma reunião , poderá não ser mais produtiva,por ser contínua!

A espontaneidade dum volátil pensamento, quase sempre nos impede de avaliar as suas consequências.

Muitas destas reuniões ficam-se por aí, são reuniões, sem chegarem a ser esforço reflectido e sério para resolver problemas, por vezes não passam de oportunidades para exibições verbais de ordem pessoal, também úteis, porque reveladoras de características importantes das personalidades de cada um.

Neste tipo de reuniões, fazem-se muitas juras de amor à LIBERDADE , que são apenas, sem que os próprios autores o saibam, simples e temporões prenúncios de populismos latentes.. .

Esta uma das razões, para as minhas reservas sobre o pretendido alcance, de meticulosos “Manifestos”que pretendam explicar-nos as manifestações futuras de determinadas organizações.

Explicar – nos, de forma estruturada e meticulosa, as práticas, objectivos e ambivalentes sentimentos sobre os acontecimentos futuros, provocadores de decisões que devem passar pelo filtro social e cultural de cada responsável, pessoa ou organização. De certa maneira, pré – estabelecer regras e comportamentos de aplicação geral, a situações únicas, até cronologicamente, é uma limitação da Liberdade.

Em cada tempo e para cada modo, há uma especificidade irrepetível, só perceptível a quem assume a questão, e ousa. e quer criar

A quem ambiciona o diferente, o melhor ainda que desconhecido, a quem aceita a responsabilidade de falhar, de ser dono da própria vida, em seu intento de SER evolução e futuro.

Nós, somos e manifestamo-nos:

Defensores, e solidários em defesa acérrima da LIBERDADE DE PENSAMENTO,

obedientes na acção às leis que em liberdade e por métodos democráticos sejam concebidas, assumimos e assumiremos sempre os riscos inerentes Á `defesa da LIBERDADE

Da LIBERDADE continuamente LIBERTADORA. das formas e conceitos de a conceber , regenerar e defender. LIBERDADE sem dono nem mestre, sempre e tão só

expressão genuína daquilo que somos. LIBERDADE Concreta e tão relativa como a vida que sejamos capazes de organizar, por muito que isso nos custe.

Sem esquecer que a LIBERDADE só é perigosa para quem a defende, não desistiremos de afirmar publicamente, sempre que as nossas forças o permitam, que estamos disponíveis e motivados para receber quem quiser vir, assim como, para acompanhar quem necessitar da nossa companhia.

OS fóruns “Liberdade e Pensamento Crítico” a realizar sempre que as energias dos defensores da liberdade o possibilite, sem restrições de lugar ou tempo, são os momentos de prova da nossa fidelidade à causa da Liberdade.

Porque assim pensamos. estamos convictos e firmemente decididos a tudo fazer

para que aqueles que. no começo de suas vidas. ainda não são “activos defensores da LIBERDADE E DO PENSAMENTO CRÍTICO” se integrem. rapidamente, livremente, nesta raiz, neste pensamento, que não há machado que corte.!

Não temos patrimónios materiais que sirvam de alavancas para promover nossas ideias ou a imagem social de nossas vidas, elementos Povo, somos átomos positivos , duma Sociedade diversa, multi-Celular, que só em Liberdade pode evoluir e sobreviver, seja qual for a surpresa do futuro.

 

Camilo Mortágua
30 de Setembro de 2019

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s